… simplesmente para suspirar agradavelmente, como o Vollhardt e Co. conduziu essa magnífica valsa do Strauß.

Excelente “My fair Lady” para iniciar o concerto. Foi vivaz, gracioso, e ainda tinha sentimento e uma leve ironia. Os breves retardos, que Vollhardt interpretou/fez no romântico “Ich hab’ mich so an sie gewönht”, levou o público a uma melancolia profunda.

Também com a graça da “Blumenwalzer”, maravilhosamente leve e fluente no ritmo, e naturalmente brilhante na “Rosarote Panther”, como a “Eurodistrictler” aqui vibrou, à maneira das grandes orquestras americanas de swing.

BADISCHE ZEITUNG

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

Menu
X